"nem todo aquele que me diz Senhor, Senhor, entrará no céu..." 06/03/2011

O evangelho de hoje conclui os ensinamentos que Jesus havia iniciado proclamando as bem-aventuranças.

E mais uma vez ele reforça as atitudes acima de toda lei e toda palavra.

Não é aquele que diz Senhor, Senhor, mas é aquele que cumpre o que fala.

Dificuldades, as quais Jesus descreve como chuvas, ventos e tempestades sempre existirão e delas ninguém estará livre.

A condição para não se abatido pelas adversidades da vida é construir a casa sobre a rocha que no Evangelho significa praticar a Palavra de Deus, viver de acordo com aquilo que se tem conhecimento como certo e errado.

Não por causa da lei, mas por causa da prudência e do bom senso.
Eis de novo o ensinamento que as leituras nos dão neste domingo: Jesus é o modelo para quem quer ser acolhido por Deus.

Jesus mais praticou do que ensinou verdades, mais agiu do que falou. E por essa razão mesmo, na hora da morte, no tormento da cruz teve a coragem de rezar o que também fizemos no salmo: “Senhor tu és minha rocha e minha fortaleza”.

Para quem acredita em Deus existe uma garantia: Ele mesmo está na retaguarda das fragilidades humanas, isso não é sinônimo de fazer corpo mole ou permitir que valha tudo. Pelo Contrário, Deus está de plantão, e pronto pra nos socorrer, entretanto, algumas atitudes são necessárias, entre elasr: rezar com os irmãos, dar ouvidos à Palavra e se alimentar da Eucaristia.

Prof. Padre Elcio
(http://www.padreelcio.blogspot.com/)

Nenhum comentário:

Postar um comentário