Um NOVO mandamento - João 13,31-33a.34-35 - 28/04/2013

No Evangelho, Jesus, ao se despedir dos discípulos, deixa em testamento à comunidade o "MANDAMENTO NOVO: "Amai-vos uns aos outros, COMO eu vos amei". (Jo 13,31-33a.34-35) Essas palavras soam como um testamento final de uma vida feita amor e partilha.

O Mandamento do amor deve ser o Estatuto da Comunidade cristã.

O AMOR MÚTUO:

- É SINAL da presença de Jesus na comunidade cristã. Jesus continua sua presença e sua ação no amor mútuo dos discípulos.

- É o DISTINTIVO do verdadeiro cristão: "Nisto conhecerão todos que sois meus discípulos, se tiverdes amor uns para com os outros".

- É um MANDAMENTO NOVO: MANDAMENTO: não é apenas um conselho... convite... NOVO:

Onde está a novidade? "Amar o próximo como a si mesmo" já existia no Antigo Testamento (Lev 19,18). -

A novidade está na medida desse amor: "Como EU vos tenho amado..." O amor de que Jesus fala é o amor que acolhe, que se faz serviço, que respeita a dignidade e a liberdade do outro, que não discrimina nem marginaliza, que se faz dom total (até à morte) para que o outro tenha mais vida. - É este o amor que vivemos e que partilhamos?

Neste ponto, a comunidade cristã se apresenta hoje como um alternativa à visão de sociedade, que continua baseada na competição, no poder do dinheiro, mesmo à custa das lágrimas dos pobres, das angústias e do sangue dos humildes.

Ela deve testemunhar com gestos concretos o amor de Deus; deve demonstrar que a utopia é possível e que os homens podem ser irmãos.

- É esse o nosso testemunho de comunidade cristã ou religiosa?

O Distintivo da Nova Comunidade: Os discípulos de Jesus não são os depositários de uma doutrina, ou de uma ideologia, ou os observadores de leis, ou os fiéis cumpridores de ritos: Mas são aqueles que, pelo amor mútuo, vão ser um sinal vivo do Deus que ama.

A proposta cristã resume-se no amor. O amor é o distintivo, que nos identifica; quem não vive o amor, não integra a comunidade de Jesus. O amor mútuo é a síntese de toda a Lei da Nova Aliança, é o estatuto que fundamenta a Comunidade cristã.

- A nossa religião é a religião do amor, ou é a religião das leis, das exigências, dos ritos externos?
- Em nossos gestos, as pessoas descobrem a presença do Amor de Deus no Mundo?

Pe. Antônio Geraldo Dalla Costa

Nenhum comentário:

Postar um comentário